23/06/2009

PROFESSOR, DIRETOR DE ARTE E PLANEJADOR MARCUS DICKSON.

Recentemente fui convidado junto com o Diego da Elemídia, pelo Professor Dickson, a avaliar uma prova de Publicidade e Propaganda na FAP onde os alunos criaram campanhas para o meio impresso. É óbvio que eu nunca criticaria esses trabalhos com um olhar do profissional radical, mas sim examinaria a base do pensamento criativo que foi inserido nas campanhas. O resultado foi excelente.

Trabalhos consistentes, com uma visão de mercado real que lembravam um quase cotidiano das agências de Publicidade. Sem falar nas artes que já traziam propostas de conceitos a serem lapidados. Fiquei muito contente e lisonjeado com o convite e espero participar sempre.

Fique abaixo com uma entrevista com o Mestre Jedi da Propaganda que você pode ler completa no Blog do Ivanzito.


Marcus Dickson da esquerda pra direita. 39 anos, Jornalista, Publicitário, pai, fã de Star Wars e Professor.

"...Os blogs sem dúvida nenhuma representam a grande revolução intelectual do século XXI."

(Ivan) Porque saiu do ambiente de uma Agência para o de sala de aula?
(MD) Primeiro por uma questão de qualidade de vida. Apesar de ser um apaixonado pela sala de criação, e já estar nesse mundo há 18 anos, minha família, foi fator decisivo. Ter só hora pra “entrar” e trabalhar de domingo a domingo, tem um preço muito alto. Segundo porque eu queria novos ares e novos desafios. Encontrei na academia superior não só essa possibilidade, mais uma via financeira bem mais atraente.

(Ivan) Qual é o seu maior desafio hoje como professor?
- (MD) Lutar pela qualificação da área e acabar com a cultura dos micreiros (aquele camarada que baixou o Corel da internet, aprendeu uns truques e se acha capaz de criar material publicitário).

(Ivan) Muitos falam que é só preciso ter talento para trabalhar na área. Concorda?
- (MD) Quadradamente enganado quem pensa dessa forma. Quem quiser ter uma chance de ser consumido pelo mercado de propaganda hoje precisa ter conhecimento APROFUNDADO de questões de Direito, Administração, Marketing e Filosofia. O mercado exige resultados concretos e não peças legalzinhas pra ganhar prêmio nos festivais de propaganda. E claro, talento... muito talento.

(Ivan) Qual é a melhor peça, aquela que é "esteticamente bonita", ou aquela que é simples e eficiente?

- (MD) Sou da tribo do Nizan Guanaes (dono da África, uma das mais revolucionárias agências de comunicação do Brasil): “Não existe campanha feia ou bonita, existe campanha que FUNCIONA e as que NÃO FUNCIONAM”. Simples assim.

(Ivan) Alguns meses atrás em alguns blogs foi questionado o funcionamento do Sindicato, queixas salariais e etc. Qual seu comentário a respeito?
- (MD) Existe sindicato? Achei que era uma lenda urbana.

(Ivan) Você acredita na força das mídias sociais como o Blog?
- (MD) Os blogs sem dúvida nenhuma representam a grande revolução intelectual do século XXI. Digo isso porque a influência dos Blogs rompeu todas as barreiras e chegou a apunhalar grandes conglomerados apenas com a força da vontade de querer escrever. É só lembrar da confusão que o Estadão messianicamente travou contra “os não-profissionais” da internet.

(Ivan) Com crise, muitos perderam seus empregos. O que falar para aqueles jovens que questionam como vão entrar em um mercado de trabalho que pede conhecimentos sólidos, experiência e vivência da profissão?
- (MD) A seleção Darwiniana nunca foi tão verdadeira quanto hoje. Só os melhores vão sobreviver. Então não tem jeito. Não basta ser bom, tem que procurar ser o melhor. O que o mercado procura, a peso de ouro, são NOVAS IDÉIAS. Mas não só idéias. Meu filho de 6 anos tem idéias sensacionais a cada 10 minutos. O problema é que o mercado busca idéias LUCRATIVAS, que gerem resultados econômicos e financeiros. Se você pensa que trabalhar em propaganda é só fazer arte, então está na profissão errada. Vá fazer educação artística. A propaganda é porta-voz do capitalismo.

"Existe sindicato? Achei que era uma lenda urbana."

11 comentários:

Sidney Barra disse...

Não tive a oportunidade de estudar com Dickson mas os comentários sobre a capacidade dele na FAP já estão rolando. Boa sorte e que faça um bom trabalho por lá.

Suzana Magalhães disse...

Repito: um cara gente boa, que ajudou muito a minha turma na UFPA (quando mais precisamos).

E viva os anos 80 :D

Abs.

Anônimo disse...

Corrige aí no post. Jedi e não Jeday. Acontece... :)

João Paulo Guimarães disse...

até os anônimos são fãs de star wars. que maravilha!

jose renato disse...

concordo com a su...ele foi um cara que nos ajudou muito na UFPA...e só nós sabemos disso...flw cara e abrçs

Kamila Motta disse...

Ah, o Dickson é meu professor na Fap, o filho de 6 ano que tem ótimas idéias já é conhecido na minha turma. Tomara eu, conseguir ter idéias tão brilhantes quanto ele, mas umas que FUNCIONEM e que sejam LUCRATIVAS, hehe

Six on Mídia disse...

Foi na aula do próprio Dickson na FAZ, que a Six on Mídia nasceu. Inclusive, foi ele quem ajudou a criar a marca da empresa. Simplesmente nosso mestre!

Diego Borges disse...

O mais eu posso acrescentar sobre um cara que todo mundo já disse tudo?
Falar que o cara é foda? Já falaram!
Falar que ele é um mestre? Já falaram!
Falar que ele é fã de Star Wars? Já falaram!
Já falaram até do Lucas, que só não é mais foda porque ainda é novo.

Mas eu posso contar uma historia:

Uma historia de quando eu era arte-finalista / produtor nas horas vagas / aprendiz de redator da Borges. Foi quando o Dickson me disse que eu tava me perdendo ali e eu acreditei, fui contra uma galera, pedi demissão e deixei meu amigo morrendo de culpa pensando “porra, eu ferrei a vida do moleque e deixei ele sem emprego”.

Mas onde todo mundo foi contra esse cara foi a favor, me deu força e acreditou em mim quando ninguém mais fez... Hoje, se eu estou tomando conta da Elemidia é graças a força desse cara, ao apoio absurdamente incondicional, em todas as idéias criativas e outras nem tanto (leia-se delírios criativos de mesa de bar) que eu tive ao longo desses anos.

Um brinde ao Sr. Meu amigo, e parabéns ao seus alunos, eles não sabem a sorte que tem de aprender com o Sr. em sala de aula aquilo que o Sr. me ensina na vida!

PS1: Lembrei de algo pra falar: ELE TOCA GUITARRA PRA CARALHO!
PS2: João o Sr. é foda também! Foi uma honra ter conhecido pessoalmente a pessoa que eu já conheço da blogosfera, espero que possamos bater outros papos em breve.
PS3: Tas aprendendo a parada já?

:) disse...

O cara é criativo pacas e eu tive o privilégio de trabalhar e fazer dupla com ele... Época massa.

Enfim, sempre fui fã.

Bejoca Dickinho;

Ericka

Vnss001 disse...

Égua onde tu achastes esse cara? Reviramos Belém por todos os bueiros e naaaada do Dcksn, só tu mesmo, cara

Natalia Pedroso disse...

Sou aluna do Dickson na FAP...e só tenho coisas boas a falar desse professor que tanto admiro.......