25/02/2009

UMA VERDADE INCONVENIENTE.

A publicidade em Belém esta falida. É triste, mas é verdade. Estamos vivenciando tempos em que o Sindicato prefere diminuir nossos salários a organizar nossa classe. Falsos profissionais encorajam um mercado sem Diplomas e clamam para que assim continue, exigindo a não valorização do profissional qualificado. Deturpam leis em prol de mais falsos profissionais. Aqueles que batem no peito e se dizem Publicitários, pessoas que roubam vagas nas agências do estudante que ainda nem sequer ingressou no mercado de trabalho, mas que precisa de experiência. O pior é perceber que ninguém fica escandalizado com isso. Acham até bom. Revolucionário.
As discussões nos Blogs são ridículas, infantis, mal intencionadas e cheias de falsas polêmicas. O anonimato virou a verdadeira identificação da covardia. Todos afetados com seus super egos. É humilhante saber que essas pessoas têm voz e que existe concordância de alguns com isso. Humilhante ser comparado a isso.
É triste constatar que não existe apenas uma crise econômica, mas sim uma crise ética e moral.
Aos amigos do Blog agradeço muito por continuarem me visitando. A casa é de pobre, mas recebe sempre de coração. Aqui a gente discute brasinstorm e não a capa da Caras.

5 comentários:

Yan disse...

Crise ética e moral sim. Falta de incentivo e formação acadêmica condizente a realidade do mercado publicitário no nosso Estado, em Belém mais especificamente.

Quem quer subir na vida e ficar sendo apenas um assistente de agencia ganhando pouco, nunca saberá o verdadeiro gosto, o prazer de ter uma campanha, uma peça divulgada para o mundo. Nem sempre o valor financeiro condiz com o profissional. Muito melhor ter um reconhecimento que trará frutos bons a longo prazo sem um incentivo monetário do que queimar o nome ( que é o mais importante ) com algo fora dos padrões éticos, pensando apenas no bolso.

Falta de profissionalismo de quem ja está muito em cima, mas com o pensamento muito pequeno.

Anônimo disse...

Amigo... posso ate ter abandonado a sala de criação... mas em sala de aula estou lutando ferozmente por uma melhora de nossos profissionais e do reconhecimento da nossa profisssão. Teu desabafo vem em excelemento momento. Até porque ta na hora de acabar com a fuleragem mesmo. Esse circo de faz de conta tem que acabar.

Um abraço
Dcksn

raffael regis disse...

nossas faculdades são uma vergonha. nosso sindicato é uma vergonha. nossos salários são uma vergonha. o que a gente passa na mão dos donos de agência é uma vergonha. nossa recisão é uma vergonha. nossos cursos de reciclagem são uma vergonha. não vou nem falar das discussões.

propaganda em Belém é paixão, amigo.

Anônimo disse...

O texto mais ridiculo que ja li na minha vida. E olha que tenho o diploma.

João Paulo Guimarães disse...

é esse tipo de babaca que frequenta os blogs querendo aparecer. Tipo de retardado sem coragem de mostrar a cara. Uma cara que eu sei exatamente como é e onde ela se esconde pra fingir que trabalha. Uma pena mesmo um individuo desse ter um emprego e tanta gente boa ai desempregada. E a gente finge que está tudo bem né?