07/01/2009

ZÉ TORTO OU ANÔNIMO PARA OS ÍNTIMOS.

A definição popular de Zé Torto, mais conhecido por anônimo nos Blogs Paraenses, é: um indivíduo que não obteve sucesso social ou profissional e que critica veementemente de forma não-construtiva todo e qualquer material intelectual alheio sem embasamento profissional ou terráqueo.

Ex:
A DC3 criou uma peça que ganhou Ouro em algum festival.
Zé Torto achou que o target não recebeu a informação da forma adequada
por que a peça era in-te-li-gen-te de-mais (aspas com os dedos no ar) .
E por fim fala mal do Diretor de Arte que deve conhecer e não gostar.

Ex2:
A Verodesign ganhou prêmio nacional por tal peça em tal festival.
Zé Torto achou que a peça não tinha nada demais e que o Orly é peixe de alguém.
Sendo que o Orly não trabalha na Verodesign e sim na Griffo.


O anônimo não é Publicitário. É um desavisado. Ele tem parentes na Publicidade. Jura ser Publicitário por que foi criado desde a infância em uma agência, porém, não estudou ou estuda para o aperfeiçoamento de um dom que já não tem. O anônimo é um câncer. Ele cria nomes, difama pessoas e se diverte sozinho. A solidão o fez anônimo. Ele assisti SuperPop, é fã do Faustão, nunca deixa de assistir Bingo, um cão esperto pra cachorro na sessão da Tarde, comenta no dia seguinte as entrevistas do Jô Soares, quando chega perto do BBB ele pergunta "BBB O QUÊ?" e por fim, sempre se utiliza de reticências na redação.

Anônimos. Aqui nós lhe damos um canto pra chorar e ser feliz. Para você ser você sem culpa ou medo. Seja bem-vinda criatura do mal.

6 comentários:

Lorena disse...

olha eu qero dizer q se eu fosse anonimo eu diria:

"Ridiculo esse post, tu és um burro, nada 'a ver' isso, e daí? entendeu?"

Os post dos Anônimos são tão 'intelijentis'

hauahuhuhaa

Ótimo Post!!!

o/\o

E viva aos "AA"(Anônimos Anônimos).


=)

FRX disse...

oie parabens pelo blog te achei fuçando aí na net, decidi te acompanhar se quiser siga me tbm.;D

Priscila Monique disse...

Post sensacionalissimooooo, por isso que te admiro cabeção! Esse anônimo da vida é um mala sem alça, espero que ele venha ate aqui comentar pra nós rirms um pouco das bobagens proferidas.

FRX disse...

passa lá no exoticlic que estou dividindo o "premio dardos" contigo.

;D

Casa da Redatora disse...

O HABITAT NATURAL DOS "ZÉ TORTO", SÃO OS SITES COMO O OB, ONDE ELES ADORAM DEIXAR SEUS RASTROS INTELIGENTES...

Piorgrafia disse...

Anônimo é um câncer.


Achei forte, porém correto.
Não é à toa que a própria constituição federal dispõe que a todos é dada a liberdade de expressão, sendo vedado o anonimato.

Decerto que, afinal, se você tem liberdade de se expressar, pode e deve assim proceder, encontra respaldo na legislação vigente e vê muitos assim atuando, qual a inaplicabilidade disso a você?
Original é ser você, é se expor, é dizer o que pensa.
Quem se esconde, a despeito da pseudo coragem de dizer o que se pensa, equivale-se àquele dedura e depois nega o que viu, o que disse, o que afirmou.
Na minha terra, em Pernambuco, dir-se-ia: um frouxo! Cabra mole!

Mas assim é a humanidade.
Aproveitando que eu tô falante pacas, farei um breve comentário a mais.
Esses dias eu terminei de ler "A menina que roubava livros". É massa! A história quem conta é a própria morte. E ela é muito sábia - e humana, diga-se de passagem.
Não vou estragar o final, claro, mas a última frase (que em nada esclarece fatos do livro), a morte diz: a coisa que mais me choca é o ser humano. Eu sempre superestimo a raça humana ou a desprezo; mas nunca, ou raramente, a estimo.